Copos ou coletores menstruais

Os copos ou “coletores menstruais” coletam o fluxo sanguíneo, em vez de absorvê-lo como ocorre com os absorventes. Assim como os absorventes internos, eles são inseridos na vagina antes de serem esvaziados a cada 4-12 horas.

Existem atualmente dois tipos: um copo vaginal, que geralmente tem o formato de um sino, e um copo cervical, que é colocado ao redor do colo do útero, na parte alta da vagina, como um diafragma para contracepção.  

Os materiais usados para fabricá-los são silicone, borracha, látex ou elastômero de grau médico e podem durar até 10 anos.

Em 2019, uma revisão publicada na Lancet Public Health avaliou o uso dos “coletores menstruais” e indica que os copos menstruais são uma opção segura. 

70% das mulheres após testar continuam usando copos menstruais, uma vez que estavam familiarizadas em como usá-los, mas a prática, o apoio de colegas e o treinamento são fundamentais para o início do uso.

Embora existam 199 marcas de copos menstruais e os copos estejam disponíveis em 99 países, a conscientização ainda é baixa – os copos foram mencionados apenas em 21 dos 69 sites que contêm materiais educacionais sobre puberdade de 27 países.

Evidências preliminares sobre a economia de custos e resíduos associadas ao uso de copos menstruais sugerem que eles podem ser muito benéficos.

A thecup.org e The cup effect são organizações que ajudam meninas doando copos menstruais.

Sabia que muitas garotas deixam de frequentar a escola durante o período menstrual?

Muitas não tem condições de comprar absorventes e o uso de copos menstruais (que podem durar até 10 anos) poderia auxiliar meninas e mulheres em comunidades carentes a ter mais liberdade para trabalhar e estudar.

O risco de síndrome de choque tóxico (que também pode ocorrer com o uso de absorventes internos) deve ser monitorado e já foi relatada na literatura.

 

Share on facebook
Share on twitter

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Recent Posts

Popular Post

Alô 📞 ⁦⁦@ufmg⁩ 👉🏾Os mandatos de vacina realmente funcionam? | The Economist https://www.economist.com/graphic-detail/2022/01/22/do-vaccine-mandates-actually-work

🚨O número de crianças em hospitais americanos com COVID-19 está aumentando rapidamente https://www.economist.com/graphic-detail/2022/01/17/the-number-of-children-in-american-hospitals-with-covid-19-is-rising-fast

Exercício e permeabilidade intestinal: outra forma de hormese induzida pelo exercício? | American Journal of Physiology-Gastrointestinal and Liver Physiology https://journals.physiology.org/doi/full/10.1152/ajpgi.00232.2020#.YeqaQAXv9IJ.twitter

Load More...
MESSAGE

CONTACT US